Benefícios do Yoga para a sua startup ou coworking

 

startupJá pensou em introduzir aulas de Yoga na sua ‪startup‬ ou coworking?

O Yoga está se tornando cada vez mais procurado por empresas e organizações. Startups no Brasil e no mundo estão alertas aos riscos causados por cargas horárias prolongadas e altos níveis de stress. O Yoga foi escolhido por grandes corporações como uma ferramenta capaz de reduzir o estresse de seus times. Líderes da área de recursos humanos têm apostado em programas de bem-estar que incentivem aos colaboradores um cuidado maior com o corpo, e em especial com a mente.

De acordo com Yoga Journal, várias empresas já estão atentas a isso e implementando o Yoga em suas rotinas, como por exemplo a Chase Manhattan Bank, Forbes, HBO, GE, empresas de corretagem de Wall Street, e dezenas de Fortune 500 como a Nike, a Apple, Harpo, Motorola, Google, Forbes, e General Motors. http://bit.ly/28Unfbj

Essa preocupação com os níveis de estresse no mundo dos negócios tem despertado o interesse de estudiosos em entender melhor as causas e consequências relacionadas às longas jornadas de trabalho e a constante corrida por resultados . Essa preocupação é ainda maior em times responsáveis por impulsionar novas idéias — especialmente as startup’s.

Estudos recentes mostram que existe um lado negro da força atuando em startup’s. O ritmo necessário para dar a largada em novos produtos é frenético e como resultado, mais de 30% das pessoas mais brilhantes do mundo sofrem com efeitos colaterais comuns no ramo — como a depressão.

“Um estudo realizado pelo Dr. Michael Freeman, professor clínico em UCSF e também empresário, foi um dos primeiros a relacionar as taxas elevadas de problemas de saúde mental ao empreendedorismo.” http://read.bi/28NoKoy

Durante a pesquisa foram entrevistados 242 empresários, sendo que 49% relataram já ter experimentado condições de saúde mental não favoráveis. A depressão aparece como a condição mental mais citada entre os entrevistados e foi relacionada a 30% dos empresários. Na sequência, os maiores índices foram o de TDAH, déficit de atenção com hiperatividade, com 29% e também problemas de ansiedade, com 27%. Esses índices se apresentaram muito maiores entre as startup’s — isso, quando comparados com a média da população dos EUA , onde apenas 7% se declaram deprimidos.

A mesma pesquisa aponta que profissionais dessa área passam os dias sob pressão e fortes cobranças para que os investimentos sejam justificados. Muitas vezes, por medo de se serem julgados fracos como líderes, eles evitam falar sobre os altos níveis de estresse e acreditam que se expor poderia prejudicar os investimentos.

Estudos como esses abrem espaço para que se fale abertamente sobre o tema e como resultado, crescem os incentivos para hábitos mais saudáveis dentro das organizações.

“Mesmo sites como Product Hunt, uma plataforma usada por entusiastas de tecnologia para votar novos produtos, está tentando adotar um papel ativo em abrir discussões sobre saúde mental. Como por exemplo, promover sessões de meditação no meio de escritórios movimentados e assim garantir que os funcionários possam fazer uma pausa.”

Leia os artigos completos e depoimentos relatados nas entrevistas em:http://read.bi/28NoKoy e http://tcrn.ch/28NsnLc

Em meio a tantos motivos para se cuidar do bem-estar das equipes e times de startup’s, o Yoga pode ser uma excelente oportunidade para implementar práticas de meditação e mindfulness na rotina de trabalho.

A prática regular de meditação aumenta a habilidade de reconhecer emoções e ajuda na capacidade de identificar antecipadamente as oscilações dos níveis de estresse. Exercitar a consciência promove a aptidão para perceber os sinais que o nosso corpo apresenta quando estamos prestes a entrar em algum conflito emocional.

“Momentos de prática da atenção plena ao longo do dia nos proporcionam a possibilidade de sair do piloto automático pelo qual estamos condicionados. Além de reforçar a capacidade da mente em manter a concentração, quando nos percebemos no presente, estamos usando nossas habilidades de pensar de forma clara e fazer escolhas compassivas e sábias.” http://bit.ly/28UqFLl

Na prática de Yoga, a concentração nos exercícios ajuda a desenvolver skills de autoconhecimento e consciência corporal. Os alunos aprendem técnicas para aliviar tensões, corrigir postura e reduzir dores no corpo — desta forma, os colaboradores podem observar com mais facilidade o próprio comportamento. Além disso, a prática semanal aumenta a energia, disposição, bem-estar, força, flexibilidade, alivia dores musculares e melhora o condicionamento físico como um todo.

As aulas de Yoga quando disponibilizadas no espaço da empresa, facilitam o acesso para a equipe, elimina o tempo de deslocamento e tem um excelente custo benefício — mais amigável financeiramente.

Benefícios para a Companhia:

Aulas de Yoga no trabalho é uma alternativa inovadora e de bom custo benefício para empreendedores que querem investir no bem-estar da equipe e melhorar resultados. A prática regular poder trazer uma influência positiva sobre a capacidade de concentração, autoconfiança e controle emocional. Tudo isso ajuda a elevar os níveis de motivação e engajamento — o que torna o ambiente de trabalho mais agradável.

“A Associação Médica Americana (AMA) afirma que 80% de todos os problemas de saúde são devido ao estresse, e até mesmo o Centro de Conservadores para o Controle e Prevenção de Doenças (CDC) afirmou que 85% de todas das doenças parecem ter um elemento de causa emocional.”
http://bit.ly/28P2B8L

Se o maior bem ativo de uma companhia são as pessoas, cuidar da saúde da equipe parece ter relação direta com o sucesso dos projetos. Melhorando os níveis de estresse relacionados ao trabalho, a empresa colherá frutos como a queda dos índices de ausência e rotatividade. Em um ambiente agradável, o que se espera é uma maior satisfação de todos.

Namastê!

Screenshot 2016-04-16 at 12.05.13